A LAVA-JATO E O POPULISMO DE DIREITA NA AMÉRICA LATINA

A reportagem de Juliano Basile no Valor de hoje, sob o título “Lava-Jato favorece antiestablishment na AL” pode ser compreendida, sem muito esforço  ( considerando que a esquerda ascendeu em geral ao poder na década de 1990 ) que a “Força-Tarefa”, com toda a sua estratégia de marketing, corre o risco de ser definida pela História, no futuro, como uma das responsáveis pelo eventual avanço de uma espécie de “trumpismo tropical” no Brasil e América espanhola.

O populismo de direita, entre nós,  está – com perdão da redundância –  com grande popularidade e, pelo menos nesse ponto, pode ser equiparado aos movimentos pré-fascistas na Itália de Mussolini e na Alemanha de Hitler, em meados do século passado, que eram fenômenos de massa e empolgavam as populações.

Lamento, pessoalmente, que isso esteja acontecendo num País atrasado como o Brasil e me parece, salvo engano, que os servidores públicos, hoje heróis populares, provavelmente com boas intenções, estão brincando com fogo.


1 comentário até agora

  1. Luiz Philippe março 7, 2017 1:05 pm

    Caro Letácio,
    Como já lhe mencionei, muito aprecio os seus escritos. Não costumo comentá-los pela praga que nos assola a todos – a falta de tempo …
    Abro, no momento, uma exceção: não posso deixar de cumprimentá-lo pela oportunidade e precisão dos conceitos que expõe neste artigo. Caro Letácio, receba o abraço do admirador, Luiz Phulippe

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.