“DELENDA EST” CORREÇÃO MONETÁRIA

O ambiente geral no Brasil anda morno. Tudo parece piorar, há desânimo, aumento da criminalidade no Rio de Janeiro, corporativismo em alta, envelhecimento dos nossos grandes compositores populares, novelas chatas, inflação e juros em alta:  até o ex-presidente Lula ficou, surpreendentemente, sem graça. Os jornais culpam a presidente Dilma por ter criado os seus próprios problemas, por ter feito propaganda enganosa e por ter, finalmente, posto em prática uma política econômica que nos levará à tão desejada ( por alguns sadoeconomistas ) recessão.

Este é o momento certo para o governo incluir na sua agenda uma ampla discussão ( positiva ) sobre os malefícios da correção monetária; jabuticaba produzida na época da ditadura militar ( que ajuda quando você é credor mas prejudica quando você é devedor).

Esse tema inclui-se no ajuste fiscal, já que a correção monetária é a matriz do desajuste ao se propor ( enganosamente )  corrigir o que não pode ser corrigido: a moeda nacional.

Desindexar é um projeto mais amplo do que apenas ajustar. Deletar, integralmente, a indexação pode ser o coroamento de todos os planos econômicos anteriores e terá um efeito benéfico na popularidade da presidente Dilma.

Saliente-se, por último, que o governo não precisa dar um choque. No início, basta encaminhar o debate !


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.